Notícias

Associado: conheça os candidatos às Eleições Gerais do Instituto e faça sua escolha. Participe!

Por Instituto de Engenharia

Publicado em 9 de março de 2017
Controlar tamanho de fontes:

De 17 a 24 de março, serão realizadas as eleições gerais para os cargos de presidente, vice-presidentes, diretores-secretários e financeiros, quinze membros do Conselho Deliberativo, três do Conselho Fiscal e mais três suplentes do Fiscal.

Os associados titulares, em pleno gozo de seus direitos estatutários, conforme Artigo 13, letra b, do Estatuto, poderão votar pelo site www.iengenharia.org.br ou na sede do Instituto no último dia (24/3), das 9h às 19h45.

Após o encerramento da votação, haverá a apuração dos resultados.

Ao final da página, clique no arquivo e veja a edição especial do Jornal do Instituto de Engenharia com os candidatos.

CANDIDATOS À PRESIDÊNCIA

EDUARDO FERREIRA LAFRAIA
Engenheiro Civil (Universidade Mackenzie), pós-graduado em Administração de Empresas (FGV) e MBA em Administração de Empreendimentos da Construção Civil (Poli-USP). Foi presidente do Instituto de Engenharia, do Conselho Deliberativo da Apeop, membro do Conselho de Orientação do IPT, do Conselho Superior de Infraestrutura da Fiesp, da Cadeia Produtiva da Indústria da Construção Civil, da Fiesp, conselheiro e diretor da Aliança Cultural Brasil-Japão, diretor do Sciesp - Sindicato dos Corretores de Imóveis do Estado de São Paulo -, diretor de obras da Cohab-SP e presidente do DCE – Diretório Central dos Estudantes – na Universidade Mackenzie. É membro dos Conselhos Consultivo e Deliberativo do Instituto de Engenharia, é diretor- pleno da Associação Comercial de São Paulo. Atualmente, é diretor da empresa Sebel Engenharia e Construções Ltda., que atua no setor de construção habitacional.

KLEBER REZENDE CASTILHO
Engenheiro Elétrico, com modalidade em telecomunicações, (UMC). No Instituto de Engenharia, foi por duas vezes membro do Conselho Deliberativo e uma vez pelo Consultivo, coordenador da Divisão de Telecomunicações e suplente do diretor-financeiro na gestão 2003-2004. No Crea-SP, foi presidente, coordenador da Câmara de Engenharia Elétrica e coordenador nacional da Câmara de Engenharia Elétrica. Atualmente, é consultor na área de telecomunicações e diretor na Affair Systems Engenharia e na Instalcom Engenharia. Participou de Projetos do Citibank e da Caixa Econômica Federal, da Avenida Paulista. Desenvolveu com as autoridades, por meio da Aberimest, a privatização do sistema de telecomunicações do País proporcionando telefone fixo e celular para toda a camada da população brasileira.

CANDIDATO À VICE-PRESIDÊNCIA DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS


VICTOR BRECHERET FILHO

Engenheiro Civil (Escola de Engenharia da Universidade Mackenzie). Experiência em projeto e construção de usinas hidroelétricas e obras hidráulicas, planejamento de recursos hídricos, sistemas energéticos e de transmissão, geração termoelétrica a gás natural, óleo combustível, carvão mineral e biomassa. Pesquisa e desenvolvimento de fontes alternativas de energia, gaseificação de biomassa, combustíveis fósseis e sintéticos. Aplicações. Administração de empresas Concessionárias de energia elétrica e distribuição de gás combustível, operação de serviços públicos de distribuição de eletricidade e gás natural, negociação de suprimentos e a administração de consumidores residenciais e grandes clientes. Participação em leilões de privatização, associações e negociações empresariais antes e após leilão, modernização e implantação dos sistemas produtivos e de distribuição de empresas privatizadas. Contatos com órgãos governamentais, agências reguladoras, supridores e fornecedores de energia e combustíveis, Bancos e agências internacionais de Financiamento e Desenvolvimento. Trabalhou nas empresas Cesp, Comgás, Camargo Corrêa S/A e VBC Energia S/A. Atualmente, é engenheiro e consultor. Sócio-administrador da Acta Engenharia Ltda. /Brefer Construções e Soluções Ltda. Assessor da Presidência do Instituto de Engenharia. Conselheiro, sócio-fundador e atual presidente do IVB – Instituto Victor Brecheret.

CANDIDATO À VICE-PRESIDÊNCIA DE ATIVIDADES TÉCNICAS


JERÔNIMO CABRAL PEREIRA FAGUNDES NETO
Engenheiro Civil (Escola de Engenharia de Lins), e Administrador de Empresas, (Universidade Mackenzie). Pós-graduado em Avaliações e Perícias de Engenharia (Faap). Mestre em Habitação na área: Tecnologia das Edificações (IPT). Perito judicial na RMSP e assistente técnico no Sul-Sudeste. Membro do corpo docente de cursos de pós-graduação em Perícias de Engenharia e Avaliações e Engenharia Diagnóstica em Edificações em convênio com entidades diversas. Palestrante e ministrador de cursos de treinamento nos temas: Perícias em Revestimentos; Perícias em Edificações; Inspeção e Manutenção Predial; Engenharia Diagnóstica em Edificações; Norma de Desempenho em edificações. Representante do Instituto de Engenharia na ABNT, na elaboração da Norma de desempenho de edificações – edição 2013; secretário da Comissão de normas da ABNT- CB2 para revisão das normas: NBR 14.037 e NBR 5674 – Manutenção das Edificações, como representante do Ibape; secretário da Comissão de estudo NBR 16.280 – como representante do Instituto de Engenharia. Medalha Hélio de Caires: melhor trabalho de Perícias do XIV Cobreap – Salvador/BA - 2007: Perícias em Fachadas de Edificações – Pintura. Menção Honrosa pelo trabalho: A Engenharia Diagnóstica como instrumento de valorização profissional e da qualidade nas edificações no Instituto de Engenharia – 2011. Diretor do Departamento de Engenharia de Produção do Instituto de Engenharia e diretor da J. Cabral Perícias de Engenharia e Avaliações.

CANDIDATO À VICE-PRESIDÊNCIA DE RELAÇÕES EXTERNAS


MARCOS MOLITERNO
Engenheiro Civil, mestre em Tecnologia Ambiental, com especialização em Engenharia de Segurança do Trabalho e em Gestão Ambiental e Negócios no Setor Energético. Sua atividade profissional é desenvolvida como perito judicial para questões de Engenharia Civil (avaliação patrimonial, regularização de terras e danos em construções), de Segurança do Trabalho e de Engenharia Ambiental (áreas contaminadas, licenças, EIA, RAP e RiVi) e como sócio da M.moliterno Engenharia Civil e Ambiental, em que aplica sua expertise como consultor de empresas, inclusive de seguros (riscos industriais e de engenharia). Ocupou os cargos de vice-presidente de Assuntos Internos e de Relações Externas no Instituto de Engenharia e representa a instituição no Conselho Superior de Meio Ambiente da Fiesp, no Conselho Municipal de Meio Ambiente e de Desenvolvimento Sustentável de São Paulo, no Fórum de Sustentabilidade da Construção Civil e em diversos comitês da ABNT.

CANDIDATA À VICE-PRESIDÊNCIA DE ASSUNTOS INTERNOS


MIRIANA PEREIRA MARQUES
Engenharia Civil (Faap), foi professora universitária de Maciços e Obras de Terras, Transportes e Mecânica dos Solos na mesma faculdade. Com 25 anos de atuação profissional dedicada à área de Avaliações e Perícias, referente a bens patrimoniais e a imóveis urbanos, comerciais, residenciais, rurais e industriais, é responsável técnica pela área de Avaliações e Perícias da Marques & Marques Engenharia. Assistente técnica do Metrô, Dersa, Receita Federal e da Procuradoria Geral do Estado. Foi supervisora Técnica de Planejamento Urbano na Subprefeitura do Butantã e assessora da Superintendência de Obras na Siurb, na gestão do prefeito Gilberto Kassab. No Instituto de Engenharia, é vice-presidente de Atividades Técnicas, membro do Conselho Consultivo, responsável pela organização do Construética, conselheira do CDE, membro da Câmara de Mediação e Arbitragem. Foi vice-presidente de Assuntos Internos, diretora secretária, secretária da DT de Avaliações e Perícias e vice-coordenadora da DT de Gerenciamento e Empreendimento. Nos últimos anos, vem realizando várias parcerias com as escolas de engenharia, atléticas, centro e diretórios acadêmicos, e empresas juniores, mantendo um laço forte com as escolas de engenharia, agregando sócios universitários e docentes. Incentiva novos cursos no IE, além dos já existentes. Prêmio de Melhor Trabalho Técnico do Ano analisando temas ligados ao exercício da profissão – “Vistoria Cautelar”, em 2008, “Imóveis Tombados”, em 2009 e “Calçadas”, em 2010.

CANDIDATO A PRIMEIRO DIRETOR-SECRETÁRIO

IVAN METRAN WHATELY
Engenheiro Civil e Arquiteto, especialista em planejamento de transporte. Trabalhou em empresas privadas e públicas do setor, acumulando experiência em projetos e gerenciamento de obras. Atualmente, é assessor da Diretoria de Planejamento do Metrô-SP. Anteriormente, exerceu a função de assessor do presidente do Metrô-SP; assessor especial do secretário Municipal de Transporte; gerente de Projetos e Obras da EMTU; diretor de Projetos e Desenvolvimento Técnico da CPOS e diretor presidente da CPOS. Ocupou outros cargos, como superintendente do DAEE, presidente da Comissão Pró-Centro e diretor do Departamento de Transportes Públicos da PMSP. Além disso, foi consultor da OEA; diretor da Divisão de Projetos de Engenharia do Fundo de Construções da USP; dirigente da Assessoria Técnica da Secretaria dos Negócios Metropolitanos; assessor técnico da Secretaria de Estado dos Transportes, diretor do Departamento de Projetos de Engenharia de Transportes da SEEBLA, Serviços de Engenharia e coordenador de Projetos da CET. Conselheiro do Instituto de Engenharia é associado participante desta instituição há 39 anos e atual diretor do Departamento de Mobilidade e Logística.

CANDIDATO A SEGUNDO DIRETOR-SECRETÁRIO

HABIB GEORGES JARROUGE NETO

Engenheiro Civil Geotécnico, com experiência na coordenação, projeto e ATO (Acompanhamento Técnico de Obra) de túneis, fundações, estabilização de encostas, escavações e obras de adução e transferência de água. É coordenador da Divisão Técnica de Geotecnia e Mecânica dos Solos no Instituto de Engenharia. DAEP – Presidente do Centro Acadêmico de Engenharia Civil, da UFPR. Atualmente, é Engenheiro Civil na GeoCompany.

CANDIDATO A PRIMEIRO DIRETOR-FINANCEIRO

FERNANDO BERTOLDI CORREA
Engenheiro Civil (Universidade Presbiteriana Mackenzie). Possui dezessete anos de atuação profissional na área de Gerenciamento de Empreendimentos, com foco em obras de habitação, transporte rodoviário e ferroviário e telecomunicações, entre outros. Na área de Engenharia Consultiva, foi responsável por projetos de rodovias federais, obras de arte especiais, habitações de interesse social, estações rodoviárias e ferroviárias, além de grande experiência na área de regularização fundiária. Atualmente, é responsável técnico pela área de Engenharia da empresa Herjacktech Tecnologia e Engenharia Ltda e membro do PMI -Project Manager Institute-. Atuou como responsável pelo gerenciamento e planejamento das atividades dos departamentos técnicos do Instituto de Engenharia.

CANDIDATO A SEGUNDO DIRETOR-FINANCEIRO

MAURO JOSÉ LOURENÇO
Engenheiro Civil e de Segurança do Trabalho (Faculdade de Engenharia de Mogi das Cruzes). É conselheiro no Crea-SP, diretor da Biblioteca do Instituto de Engenharia e sócio-diretor da L.T.D. Engenharia Ltda. Foi diretor-superintendente da Ypê Engenharia Ltda; gerente de obras e diretor-Técnico da Construtora Gomes Lourenço S.A.; gerente de obras da Constran S.A.; engenheiro Residente da Companhia Brasileira de Projetos e Obras – CBPO – e da Constran e estagiário da L. A. Falcão Bauer. Executou obras e serviços no Consórcio Intermunicipal para Aterro Sanitário -CIAS-, Secretaria de Recursos Hídricos, Saneamento e Obras, na Sabesp, na Comgás, na Infraero, na Dersa, no Metrô, no Daee, na Cesp, na Fepasa, no DER, nas prefeituras de São Paulo, de Itupeva, de Cabreúva, de Salto e de Carapicuíba.

CANDIDATOS AO CONSELHO FISCAL


JOÃO ERNESTO FIGUEIREDO

Engenheiro Civil (Poli-USP), pós-graduação em Engenharia de Produção e diversos outros cursos. Atividades profissionais: Prima Eletrodomésticos como assessor do consultor Ruy Leme; Bransconsult Engenharia de Projetos como chefe do Departamento de Planejamento; Banco Central do Brasil como assessor da Presidência; Bancos Investbanco, Denasa, First Chicago e Nazionale Del Lavoro como diretor; FPM Fomento Comercial como sócio-diretor. A partir de 1993, atuou com consultoria financeira de empresas com cerca de 50 trabalhos. Foi professor na Escola de Engenharia Mauá com a disciplina: Finanças e Mercado de Capitais e diversos cursos no IE. Livros: “Debêntures – Conceitos e Aplicações”, 1974; “Retratos e Relatos” livro dos 95 anos do IE, 2011; “AEP celebra 120 anos da EPUSP”, tributo da Associação dos Engenheiros Politécnicos no qual é conselheiro, 2013. Atividades no IE: atuou em diversas divisões técnicas; Prêmio Melhor Trabalho para o Poder Público; membro do Conselho Deliberativo em vários mandatos; diretor-tesoureiro; vice-presidente de Administração e Finanças e presidente do Conselho Consultivo. Atualmente, é diretor de Assuntos-Especiais, membro das Comissões Editoriais da Revista Engenharia e do Jornal e membro vitalício do Conselho Consultivo.

MARCELLO KUTNER
Engenheiro Civil (Poli-USP). Profissional com mais de 50 anos de experiência em projeto e execução de fundações para edifícios, máquinas, estruturas pesadas, pisos industriais, projeto e execução de estabilização e/ou reforço de taludes e fundações. No Instituto de Engenharia foi vice-coordenador da Divisão de Mecânica dos Solos e Fundações e membro da Câmara de Mediação e Arbitragem. Trabalhou como diretor Técnico da Consid Ind. e Com.Ltda. (Sucessora da Sobraf); engenheiro responsável da Geosonda Ltda. e engenheiro da Secção de Solos e Fundações do IPT-SP. Atualmente, é diretor-técnico da Lorena Consultoria SC. Ltda.

NELSON NEWTON FERRAZ
Engenheiro Civil (Mackenzie). Trabalhou na condução e controle de obras industriais, públicas e residenciais. Nesse período, desenvolveu metodologia própria para controle de custos e gerenciamento de obras industriais, sistema publicado por meio de artigos na Revista Engenharia. A partir da década de 90, dedicou-se mais à Engenharia Ambiental, tendo participado de inúmeros projetos e obras de Estações de Tratamento de Esgotos Sanitários e Efluentes Industriais, além de Avaliações de Passivos Ambientais de áreas com potencial de contaminação. No Instituto de Engenharia, já foi coordenador da Divisão de Gerenciamento de Empreendimentos e Conselheiro Deliberativo e Consultivo. Atualmente, é consultor na elaboração de Projetos na área da engenharia civil, ambiental e montagens eletromecânicas.


CANDIDATOS A SUPLENTES DO CONSELHO FISCAL

CLARA CASCÃO NASSAR

Engenheira Civil (UERJ), com especialização em Estruturas. Atuou na manutenção do Hospital de Traumato - Ortopedia do Rio de Janeiro, divisão do Patrimônio INAMPS (RJ) (avaliações e atualização de patrimônio), construtora ECEL - construção do Edifício Sede da SSP (RJ), Brasília Guaíba Obras Púbicas - Divisão de Estudos, Orçamentos e Concorrências Públicas. Professora do curso de Custos na Construção Civil ministrado pelo IBAM – RJ. Encol - construção predial - divisão de orçamento e planejamento de obras, responsável técnica por residências de alto padrão na região de Itatiba. Engenharia de avaliações, especialmente em processos judiciais. Assistente-Técnica junto a escritórios de advocacia com foco em desapropriações e do Município de São Paulo junto a PGM - DESAP. Pós-graduanda em Patologia das Construções.

ODÉCIO BRAGA DE LOUREDO FILHO
Engenheiro Eletricista – modalidade eletrotécnica (E.E.U.Mackenzie), pós-graduação em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho pela mesma faculdade. Conta com diversos cursos de aperfeiçoamento profissional em eventos técnicos nacionais e internacionais. Destaca-se em sua experiência profissional, atuação na Light - Serviços de Eletricidade (Eletropaulo). Trabalha, atualmente, na Cia. do Metrô, exercendo as atividades na área de Empreendimentos Associados e na de Planejamento, acompanhamento e controle de atividades técnicas relacionadas à expansão/modernização do sistema metroviário. Exerce atividades na área de Manutenção, com a implantação e acompanhamento da certificação da Norma ISO-9001/2000; e também na de expansão/melhoria dos sistemas/equipamentos das linhas existentes. Atuou na área de Recursos Humanos nos Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho (SEESMT); e na de Suprimento, no Controle da Qualidade, na fabricação (47) do metrô-carros da Linha 3–Vermelha. É membro do Conselho Consultivo da APAEST e do Conselho Deliberativo da AEAMESP.
Atualmente, é conselheiro do IE e representa a entidade no Crea-SP. Exerce o cargo de diretor-Financeiro da ABEE-SP. No Instituto de Engenharia, exerceu atividade de vice-coordenador das divisões de Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho, e de Engenharia Elétrica e foi diretor-Financeiro. Atualmente, é do Conselho Consultivo do IE.

PAULO EDUARDO DE QUEIRÓS MATTOSO BARRETO

Engenheiro Eletricista (FEI); Pós-graduado em Eletrotécnica (UNIP); Técnico em Eletrotécnica (ETI Lauro Gomes); Experiência nas áreas de ensino, projeto, execução, manutenção, inspeção e perícia em instalações elétricas. Conselheiro do Crea-SP; Conselheiro da ABEE-SP; vice-presidente da ABRASIP –Associação Brasileira de Engenharia de Sistemas Prediais–; Membro do CB-3/ABNT; coordenador da Divisão Técnica de Instalações Elétricas do Instituto de Engenharia; professor convidado da pós-graduação (Mackenzie, INBEC, FACENS); diretor da Barreto Engenharia; articulista de inúmeras revistas técnicas; instrutor dos cursos de “Projeto de Instalações Elétricas de Baixa Tensão (PBT)” e “Conformidade das Instalações Elétricas de Baixa Tensão – Parte Teórica (CIE-1) e Parte Prática (CIE-2)”; consultor e palestrante. Atua como inspetor de instalações elétricas e foi inspetor da 1ª certificação de conformidade de uma instalação elétrica no Brasil, no âmbito do INMETRO (2001).

CANDIDATOS AO CONSELHO DELIBERATIVO

ALESSIO BENTO BORELLI
Engenheiro Industrial – modalidade Eletrotécnica – (FEI). Curso avançado em Engenharia de Distribuição pela USP – Eletrobrás, mestrado em Energia (IEEE–USP) e créditos do curso de Doutorado (Poli-USP), além de vários cursos na área de elétrica no exterior. Trabalhou no DAEE, na área de Eletrificação Rural, na Cesp nas áreas de Planejamento, Operação, Desenvolvimento Tecnológico de Distribuição de Energia Elétrica e no Planejamento da Operação e Comercialização de Energia. Trabalhou na Assessoria da Comissão de Privatização da Secretaria de Energia do Estado de São Paulo. Professor visitante e pesquisador na Universidade Mackenzie em projetos da Aneel, conselheiro do Crea-SP, pela ABEE-SP, e presidente do Conselho Brasil do IEEE – Instituto dos Engenheiros Eletricistas e Eletrônicos. Atualmente, é sênior member do IEEE, consultor em energia, e diretor do Departamento de Energia e Telecomunicações do IE.

ALFREDO MÁRIO SAVELLI
Engenheiro Civil e Industrial (Mackenzie), mestre em Engenharia Civil (Poli/USP) e doutor em Urbanismo (Mackenzie). Foi presidente do Instituto de Engenharia 1993/97, com intensa participação em temas importantes para a comunidade: concessão de serviços públicos (Pres. Eng. Itamar Franco e Gov. Eng. Mário Covas), implantação de operações urbanas (Pref. Eng. Paulo Maluf). Foi vice-presidente (quatro mandatos). Foi secretário da Prefeitura Municipal de São Paulo: das Administrações Regionais, de Serviços e Obras e de Infraestrutura Urbana. Presidente da Emurb-Empresa Municipal de Urbanização PMSP–. Recebeu sucessivamente, 2007 a 2011, o Prêmio IE de melhor trabalho técnico de interesse público. Membro da Academia Nacional de Engenharia. Atualmente, é professor titular das disciplinas “Planejamento e Técnicas de Construção” e “Urbanismo”, Mackenzie. Titular da empresa de projetos e obras A. M. Savelli Engenharia Ltda. Projetou e executou saneamento, pontes, rodovias, metrô e edificações.

ALFREDO PETRILLI JUNIOR

Engenheiro Civil, (Escola de Engenharia Mackenzie). Trabalhou durante sete anos na Scac pré-moldados e fundações. Foi diretor- Comercial, executando diversas obras de infraestrutura, saneamento e pavimentação, na empresa Araguaia Construtora Brasileira de Rodovias S.A. durante 22 anos. Atuante da Apeop, foi diretor de Pavimentação. No Sindicato da Construção Pesada do Estado de São Paulo, foi vice-presidente. Hoje, está no IE no Departamento de Agrimensura e Geomática. Nos últimos dez anos vêm atuando como proprietário da A.Petrilli Consultoria Ltda., desenvolvendo a área Comercial de Projetos e Obras na área de Infraestrutura da Engenharia e como proprietário da Corretora Maxidan D.R., focado na área da Saúde, com trabalhos específicos para Engenharia.

ANDRÉ STEAGALL GERTSENCHTEIN
Engenheiro Civil (Poli-USP). Sócio-diretor da empresa Inaplan Planejamento e Construções Ltda., atuou como gestor de contratos de obras públicas, destacando-se vários empreendimentos de restauro de prédios de valor histórico, como Bolsa do Café de Santos, Estação Júlio Prestes - Sala São Paulo- e prédio do antigo DOPS. Atuou também na construção dos Conjuntos Habitacionais Iguatemi A, B e D (1.280 unidades) CDHU e dos Conjuntos Habitacionais Campinas E e F2 (2.700 unidades), da CDHU. Como diretor da empresa Inspection do Brasil Inspeções Técnicas Ltda., atuou na estruturação de operação privada de inspeções veiculares, em parceria com o mercado de seguros e outros. Foi direto- responsável pela área de energia da Construtécnica Engenharia Ltda – Grupo Spenco, responsável pelo desenvolvimento de PCH’s (Pequenas Centrais Hidrelétricas Sítio Grande – 25MW e Santa Rosa I – 18 MW), licenciamento ambiental de empreendimentos, negociação de venda de ativos e negociação de PPA’s (Power Purchase Agreement). Por 15 anos foi diretor-responsável pela área comercial de construtora da área de Infraestrutura e Concessões (estradas, portos e aeroportos). Foi também, vice-presidente do Instituto de Engenharia, e presidente do Instituto Brasileiro Veicular. Possui experiência em negociações internacionais, desenvolvimento de contratos internacionais, concepção de parcerias em negócios, projeto e contratação de equipamento de produção, tais como as desenvolvidas com as empresas Masa GmbH (Frankfurt), Finspection Oy (Helsinki), ARBÖ – Áustria (associação austríaca detentora de tecnologia na área automobilística), Grupo Vivauto S.A. (França, detentor da marca Autovision), Grupo Acciona (Madrid, saneamento e resíduos sólidos), Trevi (Itália, estacionamentos urbanos inteligentes subterrâneos), Robopark (Ohio, estacionamentos urbanos inteligentes elevados). Foi membro do Conselho Curador da FDTE – Fundação de Apoio da Escola Politécnica da USP– e diretor- Superintendente de 2012 a 2017.

ANGELO SEBASTIÃO ZANINI

Doutor em Ciência (Instituto Tecnológico de Aeronáutica – ITA) e mestre em Ciência pela mesma Instituição. Engenheiro Eletricista (Escola de Engenharia Mauá), além de vários cursos de extensão e de atualização profissional. Participou da fundação e da gestão de duas empresas de base tecnológica: Sumus (1987) e SCUA (1991). Atualmente, é diretor da Faculdade de Tecnologia e Ciências Exatas da Universidade São Judas Tadeu. É professor titular da Universidade São Judas Tadeu, professor convidado no Instituto Tecnológico de Aeronáutica e professor convidado do Instituto Mauá de Tecnologia. Foi Conselheiro do Crea-SP e dos Conselhos Deliberativo e Consultivo do Instituto de Engenharia. Tem experiência na área profissional de engenharia, na área acadêmica, na gestão de empresas e em empreender e articular projetos e soluções.

ARLINDO VIRGÍLIO MACHADO MOURA

Engenheiro Mecânico ( Instituto Mauá de Tecnologia). Foi conselheiro da Associação Brasileira de Engenharia Industrial, presidente da APEOP – Associação Paulista de Empresários de Obras Públicas– de 2001 até abril de 2008 - e vice-presidente Adjunto de 1995 a 2001. Conselheiro do Instituto de Engenharia de 2000 a 2004 – Conselho Deliberativo e de 2004 até 2007 – Conselho Consultivo. Presidente da Comissão de Obras Públicas da CBIC – Câmara Brasileira da Indústria da Construção – desde 2003. Presidente do Conselho Deliberativo da APEOP-SP desde 2010. Membro efetivo do NAT – Núcleo de Altos Temas, do SECOVI – desde 2010. Foi presidente do Esporte Clube Pinheiros/SP; vice-presidente e membro do Conselho Superior da ACESC – Associação dos Clubes Esportivos e Sócios – Culturais de SP; membro do Conselho Estadual de Esportes da Secretaria de Esportes e Turismo do Estado de SP e presidente do Sindi-Clube. Atualmente, é conselheiro efetivo do Esporte Clube Pinheiros e do Sindi-Clube.

CARLOS COSTA NETO

Engenheiro Eletricista ( Universidade de Mogi das Cruzes), pós-graduado em Segurança do Trabalho; perito judicial; presidente da Associação Brasileira de Engenheiros Eletricistas de São Paulo e representante desta entidade junto ao Conselho do Crea-SP. Coordenador do Fórum de Entidades da Capital; diretor Administrativo da Associação Brasileira de Engenheiros Eletricistas - Nacional; sócio-proprietário da empresa Engseg Ambiental, Engenharia Elétrica, Ambiental e de Segurança do Trabalho.

CARLOS PEREIRA DE MAGALHÃES NETO
Engenheiro Civil (Mackenzie) e sócio-remido do IE. Foi professor de Cálculo de Estruturas de Concreto – assistente - (Mackenzie) e, na FAAP, titular/adjunto. Pós-graduado (Escola Superior de Guerra). Trabalhou em diversos cargos em: Escr. Arthur Luiz Pitta, Engevix, Internacional de Engenharia, Camargo Corrêa, Odebrecht, SKANSKA e Mackenzie. Atualmente, é assessor-Técnico do Gabinete da Secretaria de Esportes do Governo Estadual. Participações em diversos projetos e obras de infraestrutura, tais como aeroportos de Cumbica, Galeão e São Luiz; Porto de Santos e São Luiz; Metrôs de SP, Porto Alegre, Belo Horizonte e Salvador; Usinas hidro e termoelétricas de Tucuruí, Angra dos Reis, Chapecó, Belo Monte, Seropédica etc. Participações em diversos projetos industriais, tais como: Continental de Pneus (na Alemanha), Veracel, Degussa, Hexal, Ford, Hyundai, Unilever, Trw, Pirelli etc. Responsável técnico da obra da Arena Corinthians, como representante do clube junto à CNO.

FENELON ARRUDA
Mestre em Engenharia de Sistemas (Poli/USP0; pós-graduação em Engenharia de Produção e Engenharia de Control (Poli/USP) e em Engenharia Econômica (PUC/Rio); Engenheiro Industrial Elétrico (FEI/PUC-SP). Analista de Sistemas sênior-Prodesp; coordenador Técnico do GERA/Pref.Mun.SBC; Gerente Financeiro-Lider Leasing;chefe de Depto Técnico-Banco Safra; engenheiro de Transportes/de Custos-Asplan S/A; de Transportes/Técnico O&M-Montor-Montreal S/A;Escrit. Assist. Adm.- Secretaria da Fazenda; consultor-Técnico -Setepla-Tecnometal S/A; consultor Engenheiro sênior A-Engevix S/A; consultor e assessor Empresarial em Gestão, Sistemas, informática, Engenharia e Economia- Várias organizações de Serviços, Indústria e Comércio; consultor-assessor da Diretoria em Controladoria Financeira- Usina Açucareira De Cillo S/A; professor Universitário em Engenharia, Administração, Ciência da Computação, Análise de Sistemas, Ciências Contábeis, citando USP, FEI-PUC, UNIP, UniFMU etc. Prof. Univ. pós-graduação. em Eng.Segurança do Trabalho (UNIP); em Eng.de Controle (FEI); Pesquisador em Engenharia e Gestão de Sistemas, Sistemas Econômicos e Tecnologia da Informação; Microempresário consultor em Projetos de Engenharia,Viabilidade econômica, Análise e Projeto de Sistemas e TI, Planejamento e Controle; sócio-Titular do Escritório FRCACONSULT. Fez parte do Conselho Fiscal do Instituto de Engenharia, entre os anos de 2013 e 2016.

FRANCISCO CHRISTOVAM
Engenheiro Civil (Escola de Engenharia da Universidade Mackenzie ), mestre em Engenharia de Transportes (Villanova University) e especialista em Administração Industrial ( Instituto Mauá de Tecnologia). Foi diretor de Operações da CMTC, secretário- Adjunto da Secretaria de Estado dos Negócios dos Transportes, secretário- Adjunto da Secretaria de Estado da Habitação, diretor-presidente da CMTC, da SPTRANS, diretor de Assuntos Corporativos da EMTU/SP, assessor-especial da Secretaria de Finanças e da Secretaria de Infraestrutura e Obras do Município de São Paulo e diretor de Gestão Corporativa da São Paulo Obras – SPOBRAS. Na iniciativa privada, foi sócio-diretor da BRC Consultores Associados Ltda e da FChristovam Engenheiros Associados S/S Ltda. Atualmente, é titular e administrador da FChristovam Engenharia EIRELI e presidente do Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros de São Paulo – SPUrbanuss, vice-presidente da Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado de São Paulo – FETPESP, membro do Conselho Diretor e vice-presidente da ANTP e membro titular do Conselho Municipal de Trânsito e Transporte – CMTT. No Instituto de Engenharia, já foi diretor de Relações Externas, membro dos Conselhos Editorial, Deliberativo e do Conselho Consultivo.

JOÃO BAPTISTA REBELLO MACHADO
Formado pela Poli-USP, opção Estruturas. Atuou principalmente no ramo da construção pesada, tendo atuado em diversas empresas como o IPT, CESP, Construções e Comércio Camargo Corrêa S.A., Ecovias dos Imigrantes, Figueiredo Ferraz Consultoria e Cnec Worley Parsons. Ao longo de sua carreira participou dos seguintes empreendimentos: Usinas Hidroelétricas de Barra Bonita Bariri, Ibitinga e Promissão, no Rio Tietê e Graminha, no Rio Pardo; Usinas de Xavantes, Capivara e Porto Primavera. Foi chefe de obras das Usinas Tucuruí, no Rio Tocantins e Água Vermelha, no Rio Grande, e no Metrô de SP, estações Liberdade, São Judas, Saúde, Luz, São Bento, depois foi gerente das obras das estações República e Anhangabaú. Participou como consultor dos e Estudos preliminares da Usina de Xe Kaman no Laos para CBPO na Austrália, Tailândia e Laos. Engenheiro Residente Responsável pela Engenharia do Proprietário na Usina de Chaglla, no Peru, para a Odebrecht Energia. Foi sócio-proprietário de Jobap Engenharia Ltda. Atualmente, é sócio-proprietário de Rebello Machado Engenharia Limitada. No Instituto de Engenharia, foi árbitro e mediador da Câmara de Mediação e Arbitragem, da qual também foi diretor-superintendente, membro do Conselho Deliberativo e coordenador da Divisão Técnica de Tecnologia da Construção.

JOSÉ OLÍMPIO DIAS DE FARIA

Engenheiro Civil e pós-graduação em Engenharia Civil (Poli-USP) e em Administração de Empresas (Mackenzie). Construtor de inúmeras obras de engenharia Civil para os sistemas de transportes, habitacional, industrial, de saneamento, em todo o Brasil, tais como, Metrô, estradas, pontes, viadutos, hospitais, portos, conjuntos habitacionais (10.000 HIS), silos de estocagem de grãos e sistemas de coleta e tratamento de esgoto sanitário, entre outras. Diretor da Uetê Engenharia, Consultoria e Gerenciamento Ltda, empresa dedicada à prestação de serviços de engenharia Civil, planejamento, orçamento, implantação, organização, consultoria e gerenciamento. No Instituto de Engenharia, é vice-presidente de Administração e Finanças, foi vice-presidente de Assuntos Internos e Associativos, diretor de departamentos técnicos, executor e responsável técnico pela construção da sede atual, coordenador da Divisão de Tecnologia, com o programa da qualidade e produtividade, que se tornou um objetivo nacional, membro da Comissão Supervisora de Obras da Nova Sede, presidente do Centro Democrático dos Engenheiros e representante do Instituto na Sempla. É membro dos conselhos Deliberativo e Consultivo.

JOSÉ ROBERTO BERNASCONI

Engenheiro Civil e Advogado, é diretor-presidente da Maubertec Engenharia e Projetos Ltda, empresa de consultoria, projetos e gerenciamento que atua em diversos setores da infraestrutura. Foi professor da Universidade Politécnica de São Paulo, no Departamento de Estruturas e Fundações, das disciplinas Construções de Concreto e, posteriormente, Pontes e Grandes Estruturas. Presidiu o Instituto de Engenharia nas gestões 1985-1987 e 1987-1989, período em que foi construído o edifício-sede provisória do IE. Presidiu o Sinaenco nacional de 2006 a 2009 e, de 2010 a 2013, presidiu a seção São Paulo do mesmo sindicato. Desde 2014 é presidente Nacional do Sinaenco –Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva–. Também é membro do Conselho Superior da Indústria da Construção –Consic, do Conselho Superior da Infraestrutura –Coinfra– e do Conselho Superior do Meio Ambiente –Cosema–, da Fiesp e diretor-Adjunto do Cecomercio-Centro do Comércio do Estado de São Paulo, da Fecomercio.

LUIZ FELIPE PROOST DE SOUZA
 Engenheiro Civil, Agrimensor, de Segurança do Trabalho e Administrador de Empresas (Mackenzie). Pós-graduado em Engenharia Civil (Poli-USP). Mestrado em Saneamento Ambiental (Mackenzie); pós-graduado em Gestão Ambiental (Poli-USP). Professor Universitário por 38 anos (Mackenzie, São Judas, Unisanta e Faap). Associado ao Instituto de Engenharia há 47 anos e membro dos Conselhos Deliberativo e Consultivo. Atualmente, é diretor de Cursos da Câmara de Mediação e Arbitragem do Instituto de Engenharia. Conselheiro do Crea-SP em quatro gestões, a última como suplente representante do Instituto de Engenharia. Profissional atuante não só na área do ensino da engenharia como na consultoria e nas perícias judiciais para os MM Juízes dos Tribunais do Estado de São Paulo, assim como a órgãos e empresas públicas e privadas. Ministra cursos e palestras nas áreas de perícias e avaliações. Diretor da Proost Engenharia de Avaliações S/C. Ltda.

MARCEL MENDES
Engenheiro Civil (Mackenzie), mestre em Educação, Arte e História da Cultura (Mackenzie) e doutor em Ciências (USP). Professor-Titular e diretor da Escola de Engenharia da Universidade Presbiteriana Mackenzie (três mandatos), foi, também, seu vice-reitor (quatro mandatos). Na condição de engenheiro especialista na área de estruturas de concreto armado, participou da elaboração de mais de 1.200 projetos, estudos técnicos, laudos ou pareceres junto às seguintes empresas: Intarco, Hidroservice, Natron, Statura e Marcel Mendes Projetos e Consultoria. É sócio-titular do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo, e autor de livros e publicações especializadas em História da Educação. Atuou como sócio-fundador da ABECE, Conselheiro do Crea-SP, diretor de Assuntos Acadêmicos do Instituto de Engenharia e Membro do Conselho Deliberativo.

MARCELO ROZENBERG
Engenheiro Civil (Poli/ USP), pós-graduado e mestrado na área de Estruturas da Politécnica e cursos informativos em construção. Curso de especialização em Administração de Empresas (FGV). Recebeu bolsas de viagem de aperfeiçoamento da Confederation of British Industries (via The British Council), do Rotary Internacional e de estudos, da Fapesp. Fundador e diretor da GTP - Grupo Técnico de Projetos SS Ltda -, sendo autor de mais de 1.800 projetos estruturais para edifícios de portes diversos, totalizando mais de 6.500.000 m² de área construída, além de mais de 100 pontes e outras obras de arte e de diversos sistemas de saneamento básico. Atua como especialista em projetos de pré-fabricação de estruturas. Responsável pela implantação na Secretaria de Transportes do Estado de São Paulo do sistema de computação para controle de informações e gerenciamento de empreendimentos e obras. Representa o IE no comitê de projetos do Qualihab, desde 1998, e ocupou o cargo de vice- presidente de Atividades Técnicas do Instituto de Engenharia. Desde 2009, se dedica à criação do Sistema de Certificação e Acreditação de Engenheiros.

PEDRO MARCIO GOMES DOS SANTOS
Engenheiro Civil (Universidade Federal da Bahia). Trabalhou nas Construtoras Norberto Odebrecht e na OAS em várias oportunidades, tendo desenvolvido os seguintes e principais trabalhos: usina de redução de alumínio da Alcan, no Centro Industrial de Aratu; gerente de produção da Usina Nuclear de Angra dos Reis; Central Termelétrica do Polo Petroquímico de Camaçari; Hipermercado Paes Mendonça; Viaduto Protendido, vários prédios em Salvador. Na qualidade de diretor da OAS, desenvolveu, no Rio de Janeiro, os seguintes negócios: Hipermercado Paes Mendonça, terminal de cargas dos grupos Rodobens e Shell, edifício do teleporto -na Av. Presidente Vargas- e reforma do Copacabana Palace, dentre outros projetos. Mudando-se para o Rio de Janeiro com o propósito de desenvolver o projeto de revitalização do Porto, do centro histórico e demolição do minhocão da Av. Perimetral, hoje Porto Maravilha, foi o primeiro gestor do negócio. Desenvolveu ainda a gestão de contratos nas usinas de Candonga e Estreito. Mora em São Paulo há cinco anos e estuda modelo de negócio intitulado, Solução Abrangente-Transformação da Metrópole em cidade de Classe Mundial.

RICARDO ALBERTO CARNEIRO LA TERZA
Engenheiro Civil (Universidade Mackenzie), mestrado em Avaliações e Análise de Investimentos (Universidade Politécnica de Valência – Espanha), curso de especialização em Administração de Marketing (FGV), pós-graduado em Engenharia de Segurança do Trabalho (Poli–USP). Especialista em gestão de obras de grande porte e perito judicial de Engenharia no TJSP, TRF e TRT.

RICARDO KENZO MOTOMATSU
Engenheiro Civil (Unicamp), pós-graduação em transportes (USP), especialista em Análise de Sistemas (Mackenzie) e MBA (Instituto Mauá de Tecnologia e Colombia University). Experiência em empresas de telecomunicação, transportes, saneamento, indústria e logística. Atua junto a instituições públicas e privadas de médio e grande portes, nacionais e internacionais. Líder de equipes técnicas de informática, técnico/comerciais, consultor em pacotes de soluções integradas, novos negócios em tecnologia e soluções aplicadas a engenharia. Experiências no segmento governamental nas autarquias municipal, estadual e federal. Integrante de comissões técnicas na FIESP, ABIMAQ, Amcham, ANTP e diretor de Departamento no Instituto de Engenharia e em equipes de estudos de mercado no segmento privado e estatal. Conselheiro-adjunto pelo Centro Universitário FEI, no Crea-SP. Professor de graduação e pós-graduação no Centro Universitário FEI. Presidente da Câmara Técnica de Logística e Transportes do CEBDS. Executivo Sr. de Cidades e Grandes Projetos da Siemens do Brasil.

ROBERTO BARTOLOMEU BERKES
Engenheiro Eletricista (Escola de Engenharia Mauá). Atualmente, é quarto vice - presidente do IE, conselho de orientação da Câmara de Mediação e Arbitragem do IE e membro do Conselho Editorial da Revista Engenharia. Foi membro dos conselhos Consultivo e Deliberativo e diretor em diversas gestões. Representante do IE junto ao Conselho do Instituto Mauá de Tecnologia. Participou nos conselhos do Crea, Abemi e ABEE. Cursos de aperfeiçoamento profissional: MBA em Gestão Pública (FGV), Sistemas Inteligentes em Transporte (ITS), Gerenciamento de Projetos e Certificação Aqua – HQE (Fundação Vanzolini), visando redução de consumo de energia e água e melhoria das condições ambientais em edificações públicas. Colaborou como engenheiro, coordenador de projetos e obras e desenvolvimento de negócios em várias empresas de engenharia privadas de grande porte e mais recentemente nas estatais: CPOS e Artesp. Atualmente, é assessor da Auditoria na EMTU. Coordenou no IE o 1º e 2º Seminário Internacional de Trólebus e Corredores de Ônibus para as Cidades do Futuro. Proferiu palestras na 2ª e 4ª Conferência Internacional de Trólebus, em Leipzig (Alemanha) e Moscou (Rússia), respectivamente. Em Assunção (Paraguai) proferiu a palestra Sistemas de Trólebus na América Latina e a Experiência Brasileira. É coordenador do Grupo de Trabalho de Ônibus Elétrico / Trólebus para América Latina pela UITP. Vários artigos e trabalhos publicados na Revista, Jornal e sites do IE e Auto Bus, destacando-se ainda como coordenador do trabalho: Recomendações de Políticas Públicas para Sistemas de Ônibus Elétricos, publicado pela UITP em quatro idiomas. Participa do Grupo de Trabalho de Transportes do Sindicato dos Engenheiros e é associado da AEAMESP. Foi agraciado com o Prêmio Barão de Mauá como Destaque Profissional em 2016, pela AEXAM - Associação dos ex-alunos do Instituto Mauá de Tecnologia.

RUI ARRUDA CAMARGO
Engenheiro Eletrônico (Mackenzie), pós-graduação em Administração de Empresas (FGV). Destacam-se em sua experiência profissional atuações na Eletropaulo, no Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, em Brasília, na Companhia do Metrô de São Paulo e na CPOS – Companhia Paulista de Obras e Serviços – além de, na iniciativa privada, atuar na Orbiteng - Instalações Elétricas - como sócio - Responsável Técnico. Exerceu a Presidência da Junta de Revisão de Litígios dos três contratos da construção da Linha Amarela do Metrô, financiados pelo Banco Mundial. Possui certificação para atuação em Dispute Boards envolvendo contratos para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 pela The Dispute Resolution Board Foundation, com sede em Seatle, USA. Atualmente, como consultor independente, atua como perito em contratos de obras de infraestrutura. No Instituto de Engenharia, atuou em diversas áreas do Colegiado Técnico, da Diretoria Executiva e do Conselho Fiscal como presidente. Atualmente, exerce os cargos de membro da Comissão Editorial da Revista Engenharia, do Conselho Consultivo, diretor-Financeiro da Câmara de Mediação e Arbitragem e do Instituto de Engenharia.

VICENTE ABATE

Engenheiro Metalurgista (Escola de Engenharia Mauá), pós-graduado em Tratamento Termomecânico de Metais (Poli-USP) e MBA em Marketing (FGV-SP) e Babson College dos EUA. É presidente da ABIFER -Associação Brasileira da Indústria Ferroviária-, e diretor de Relações Corporativas da AmstedMaxion Fundição e Equipamentos Ferroviários S.A.; diretor do Simefre -Sindicato Interestadual da Indústria de Materiais e Equipamentos Ferroviários e Rodoviários- ; da ANTP -Associação Nacional de Transportes Públicos-; do Deinfra/Fiesp –Departamento de Infraestrutura (Transporte e Logística)– e do Deconcic/Fiesp –Departamento da Indústria da Construção. É vice-presidente da Abifa /Sifesp - Associação Brasileira de Fundição/ Sindicato da Indústria da Fundição no Estado de São Paulo, - e da ADTrem (Agência de Desenvolvimento de Trens Rápidos entre Municípios). É conselheiro do Consic/Fiesp -Conselho Superior da Indústria da Construção, do SAE Brasil - Sociedade de Engenheiros da Mobilidade- e da Abendi –Associação Brasileira de Ensaios Não Destrutivos e Inspeção–. É cofundador da Câmara de Comércio Exterior de Campinas e Região.

 


Arquivos para download
Patrocinados

Comente no Facebook

Comente no IE
1 Comentários
  • José OLímpio Dias de Faria14 de março de 2017

    Sou candidato ao Conselho Deliberativo que é responsável pelo Planejamento da Política de Gestão da Instituição e peço seu voto a apoio. Que a Superior Inteligência nos ilumine, nos Inspire e nos Proteja.

obrigatório

obrigatório

 


Conheça a estrutura do Instituto e o que ele pode oferecer para você